• Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo (31) 3295-4889 que teremos o maior prazer em atendê-lo!
empresa

Empresa

América Blindagem surgiu no cenário nacional em 1999, com o objetivo de atender a demanda do setor de vigilância armada patrimonial e transportes de valores, antevendo suas necessidades no que diz respeito à segurança.

Sendo um dos setores de serviços que mais cresce no país, a segurança corporativa é considerada o 4º maior setor empregador com um efetivo superior ao das forças policiais. Atualmente, existe mais de duas mil empresas de segurança privada no Brasil. Essa evolução é um dos reflexos da carência de investimentos públicos nos serviços de segurança, que nos apresenta a caótica situação vivida pela população, que teme a violência e, como alternativa, quando pode, contrata proteção privada. Em 2002 o faturamento desse segmento foi de R$ 7 bilhões, com um crescimento significativo e atraente aos investidores, atingindo no ano de 2014 a quantia de R$ 46 bilhões.

Desta forma, a América Blindagem se especializou na venda de coletes à prova de balas em todo o território nacional de maneira rápida e ágil, a empresa oferece o que há de mais moderno no mercado, sendo reconhecida pela excelente qualidade e desempenho de seus produtos e serviços. Os coletes balísticos são fabricados com tecnologia de ponta, proporcionando ao usuário conforto, praticidade e durabilidade.

Vale ressaltar que a América Blindagem é a comercializadora exclusiva da Glágio do Brasil e oferece produtos com o melhor custo-benefício do mercado. O foco da empresa está na satisfação de seus clientes, pois estabelece com eles um relacionamento além de “compra e venda”, valorizando seus desejos e tentando atendê-los da melhor forma possível.

 

 

 

glagio-do-brasil

Glágio do Brasil

Fundada em 1991, a Glágio foi pioneira na fabricação de soluções balísticas e blindagem no Brasil. O foco da empresa é garantir a satisfação de seus clientes, através de um vasto conhecimento das matérias-primas componentes de seus produtos. A infra-estrutura da empresa garante uma alta qualidade dos equipamentos fabricados, utilizando a mais recente tecnologia do setor, oferecendo total segurança aos usuários. É certificada pela ISO 9001 e pelo Instituto Nacional de Justiça dos Estados Unidos, de acordo com as NIJ STANDARS O101.04, 0115.00, 0106.01 e 0108.01. É, também, aprovada pelo Campo de Provas de Marambaia, do Ministério da Defesa do Brasil, além do padrão STANAG 2920 e STANAG 4569. Ao longo desses 24 anos, a Glágio do Brasil se solidificou no mercado nacional e internacional, desenvolvendo projetos balísticos em mais de 15 países.

 

 

 

produtos

Produtos

Quando o assunto é proteção de vidas, patrimônios ou comunidades, não há dúvidas, buscamos produtos que nos garantem tecnologia, segurança, conforto e qualidade. Confira a linha de produtos da América Blindagem, referência nacional do setor:

Painel GLA 200
Painel GLA Social
Painel GLA 500
Painel Spike
Capa Dissimulada
Capa Ostensiva
Capa Social
como-comprar

Como comprar

A América Blindagem comercializa coletes à prova de balas para pessoas físicas e jurídicas, e por serem produtos controlados, o coletes, devem ser registrados: no primeiro caso junto com a Polícia Civil e no segundo junto com Polícia Federal. Vale ressaltar que no Brasil, portar colete à prova de balas sem autorização, ou que não esteja registrado em seu nome é crime inafiançável (mais informações no site DFPC), então, devemos respeitar a lei e manter regularizados todos os produtos e documentos. Para os profissionais de segurança, desde 2007, os coletes à prova de bala, são considerados EPI’s (equipamentos de proteção pessoal), sendo obrigatório para cada funcionário, que é de uso pessoal e intransferível.

 

Confira as condições de pagamento oferecidas pela América Blindagem:

  • Transferência Bancária;
  • Boleto Bancário.

Pessoa Física

Qualquer cidadão pode adquirir um colete à prova de balas, desde que não possua antecedentes criminais e que apresente uma autorização da PC. O Comprador precisa apenas apresentar os documentos abaixo e estar ciente que o colete é fabricado nominal ao portador, e que este tem total responsabilidade sobre o equipamento.

Documentos Necessários:

Pessoa Jurídica

Existem duas formas para uma empresa comprar coletes à prova de balas. A primeira é com o Certificado de Registro para aquisição do colete (CR) que é possível comprar diretamente com a indústria. A segunda, a empresa não possui o CR, sendo assim, ela precisa de uma autorização da Polícia Federal para comprar os equipamentos.  E geralmente apenas empresas de segurança armada e lojistas podem solicitar estes documentos.

Documentos Necessários:

  • Cópia do Contrato Social;
  • Atestado de antecedentes criminais dos sócios;
  • RG, CPF e Comprovante de Residência do sócio responsável;
  • N.P.J.;
  • DECA;
  • ​AUTORIZAÇÃO PF – FUNDAMENTAL
  • Ficha Cadastral.

tecnologia

Tecnologia

Um colete de segurança leve que, ainda, consegue parar as balas é um conceito bastante misterioso. Durante a Segunda Guerra Mundial, a equipe de pesquisa e desenvolvimento da DuPont começou a desenvolver materiais para novas versões de diferentes equipamentos antecipando uma possível crise mundial no fornecimento de materiais como metais e borracha. A intenção era substituí-los por algo mais leve e, obviamente, seguro. Sendo assim, a missão da DuPont era criar uma espécie de teia de aranha sintética: um material extremamente leve e muito resistente.

Em 1965, a cientista Stephanie Kwolek se deparou com uma fibra inédita enquanto testava algumas aplicações químicas para polímeros. A pesquisadora percebeu que havia encontrado cadeias de moléculas extremamente resistentes, mais leve do que o aço, mas cinco vezes mais forte do que o metal. Em 1971, alguns testes foram realizados e comprovaram que as balas quando disparadas sobre o Kevlar ricocheteavam.

Cinquenta anos depois de ser inventado, a DuPont™ Kevlar® continua a assumir novos desafios, com continua inovação, levando a resistência, a durabilidade e o desempenho da Kevlar® a novas fronteiras. A fibra de aramida Kevlar® é usada na fabricação de diversos artigos de vestuário, acessórios e equipamentos seguros e resistentes a cortes e está ampliando limites e desafiando obstáculos a cada dia.

Por ser leve, durável e extraordinariamente forte, a fibra Kevlar é bastante conhecida como matéria-prima dos coletes (à prova de balas ou armas perfurantes) comercializados pela América Blindagem. Vale ressaltar que além de utilizar matéria-prima de qualidade, a Glágio do Brasil, utiliza a mais moderna tecnologia do mercado, com equipamentos e softwares de última geração que permitem a automatização da produção.

Coletes Balísticos

Basicamente, o nível de proteção é que determina quais tecidos serão usados e quantas camadas desse tecido ou tipos de placas serão necessárias para parar a ameaça balística e minimizar o trauma resultante do impacto. Atualmente, os coletes de proteção balística são divididos em dois grupos principais: os coletes rígidos e os coletes flexíveis.

Os rígidos, usados exclusivamente pelo exército, são feitos com placas metálicas ou de cerâmicas. Rígidos o suficiente para desviar uma bala ou outro tipo de arma. Uma vez que o material rígido deflete com, praticamente, a mesma força que o projétil atinge o colete, impedindo sua penetração, oferecendo mais proteção.

Já os coletes flexíveis, utilizados pelos policiais e agentes de segurança, são confeccionados com material flexível, sobrepostos em diversas camadas, formando uma placa protetora flexível que protege contra a perfuração de projéteis de armas de fogo. Esse segundo tipo é o colete desenvolvido com a fibra Kevlar pela Glágio do Brasil e comercializado pela América Blindagem.

Em linhas gerais, há seis níveis de proteção entre os coletes à prova de balas. O grau de proteção é mensurado de acordo com a velocidade de impacto (em metros por segundo) a que o conjunto é capaz de resistir. Confira quais são eles:

Proteção nível I

Resiste a velocidades entre 259 e 320 metros por segundo. Armas com calibre 38 e 22 estão entre as que disparam projéteis com essas características. É o mais simples dos coletes e, por conta disso, aquele que é utilizado em maior escala.

Proteção nível II-A

Resiste a velocidades entre 332 e 381 metros por segundo. Armas como as pistolas 9 milímetros e .40 S&W FMJ estão entre as que disparam projéteis com essas características.

Proteção nível II

Um pouco mais resistente em relação às proteções de nível II-A, os coletes com essas características aguentam disparos entre 358 e 425 metros por segundo. Armas como as pistolas 9 milímetros e Magnum .357 estão entre as que disparam projéteis com essas características.

Proteção nível III-A

Resiste a impactos com velocidades médias de 427 metros por segundo. Armas como as pistolas 9 milímetros e as Magnum .44 estão entre as que produzem impactos dessa natureza.

Proteção nível III (uso exclusivo do exército)

Muito mais resistentes, os coletes com essas características absorvem impactos com até 838 metros por segundo. O rifle Winchester .308 é um dos principais representantes entre as armas que produzem impactos desse nível.

Proteção nível IV (uso exclusivo do exército)

Resistente a impactos de até 869 metros por segundo, está entre os coletes mais resistentes comercializados. Essa proteção é capaz de resistir a impactos de M2 Armor Piercing .30, arma de grosso calibre e capaz de fazer muitos estragos. 

 

Entre em CONTATO

A América Blindagem, cada vez mais, quer atender melhor os seus clientes. Este espaço está reservado a você! Entre em contato conosco pelo formulário abaixo ou se preferir ligue ou mande um email para nós que teremos o maior prazer em atendê-los